Fouet Doces

Doce é carinho. Doce é afeto. Doce é uma arte, principalmente quando é feito de forma artesanal.

O que fizemos

Plataforma de marca
Posicionamento estratégico
Criação de Marca
Tom de voz
Sistemas de Identidade visual
Embalagens
Ilustrações
Material institucional
Material promocional

Cenário

Existem milhares de docerias espalhadas pelo Brasil, mas são poucas que tem um toque personalizado, diferenciado e autoral.

Por isso, as pessoas enxergam a maior parte delas como uma commodity, um lugar próximo de casa ou do trabalho onde elas vão quando estão com vontade de comer um um doce ou uma sobremesa.

Por essa razão, os consumidores não costumam dar tanto valor às docerias, sendo que o que pesa na decisão de escolha geralmente é proximidade ou o preço.

A Fouet Doces enxergando esta situação, buscou um diferencial em seus doces, bolos e tortas, que tem no sabor um dos seus principais diferenciais e todos feitos de forma artesanal e com muito carinho pela sua chef patissier Lilian Moscopf.

A doceria cresceu e era preciso repensar seu posicionamento para que ela pudesse levar suas delícias para outros bairros, cidades e estados com a mesma qualidade de sua loja matriz.

Diagnóstico

Dentro deste cenário, o Estúdio Roxo identificou que era necessário realçar esses atributos para comunicar seus diferenciais e possibilitar que a Fouet Doces alçasse vôo na altura dos seus sonhos.

Em cada doce, muito carinho, entrega e talento para proporcionar a um número maior de pessoas um prazer inigualável.

 

Solução

Também conhecido como batedor de arame, o fouet (lê-se fuê) é um utensílio muito conhecido na gastronomia, usado para bater massas. Embora hoje já existam equipamentos mais modernos para esta finalidade, ele se tornou um ícone da cozinha, uma referência ao passado, à comida feita de maneira artesanal.

Por isso, o primeiro passo no rebranding foi redesenhar e reposicionar o fouet, para torná-lo um ícone mais forte e integrá-lo ao lettering de forma mais contundente. Uma homenagem às raízes da cozinha.

Optamos por usar linhas finas e delicadas no desenho, que transmitisse a ideia de leveza e com muita objetividade. Em vez de posicioná-lo com a cabeça para baixo como o logo anterior, resolvemos invertê-lo, para dar ainda mais destaque a ele.

Embora seja difícil de pronunciar, o nome foi mantido, pelas referências que traz e ao mesmo tempo por ser uma palavra de origem francesa, país que está atrelado à qualidade gastronômica.

Escolhemos para o primeiro nome (Fouet) uma tipografia manuscrita, que reforça o teor de carinho, cuidado, vinculado à marca.

Para o descritivo de marca (Doce) escolhemos uma fonte bastonada com os cantos arredondados, que ajuda a manter a linguagem da tipografia principal, e espaçamos uma letra da outra, com o objetivo de torná-la bem legível sem interferir na leitura do nome principal.

A composição do logo ficou propositalmente assimétrica, divertida, orgânica, transmitindo a ideia de ser algo artesanal, personalizado.

Para reforçar ainda mais este aspecto criamos a tagline “Carinho Artesanal”. Carinho é a forma como a marca trata seus produtos e clientes. Artesanal é a forma de produzi-los, para deixar claro que não é linha de produção, são doces feitos um a um, frescos, saborosos, com ingredientes naturais.

E para fechar tudo em grande estilo, criamos uma versão hipster, onde adicionamos a informação “Desde 2012”, para mostrar que já existe um histórico da marca.

Como doce tem um forte apelo cromático, decidimos usar como cores o marrom (do chocolate), o magenta e o azul, mas com liberdade para fazer composições com outras cores.

Assim, é possível criar infinitas aplicações de acordo com o objetivo e o cenário de ocasião, como fizemos com os rótulos e tampas dos potes. O importante é que seja algo divertido, lúdico e colorido.

Para o pattern, resolvemos usar linhas sinuosas que representam as camadas dos bolos e outros doces.

Só que fomos ainda mais além. Resolvemos criar uma malha com os nomes de todos os doces que a casa produz, dando destaque à Torta Banoffee, que é o carro chefe da doceria. Essa malha pode ser aplicada em sacolas, caixas, cardápios, lâminas para bandejas, etc

Para as fotos, usamos e abusamos dos closes, dos detalhes, para dar destaque às cores, formas e camadas dos doces, especialmente da Torta Banoffee.

Resultado

O resultado deste trabalho foi muito bem recebido pelos donos da empresa e que agora almeja levar esta marca ao maior número de pessoas possíveis com seus doces incríveis. O próximo passo será a atualização do ponto de venda, para ambientar a loja de acordo com a nova identidade visual e transformá-la em um modelo para as próximas unidades que serão abertas.

Será uma mistura da elegância dos cafés parisienses com a praticidade e eficiência das grandes docerias, para que o serviço prime pela modernidade e os doces pelo seu caráter artesanal e autoral.


Gostei!
Quero uma marca apaixonante.