Branding | Design

A mudança dos logotipos das montadoras.

Estamos testemunhando uma revolução em massa nos logotipos das montadoras. O que antes era feito de forma individualizada e com um longo intervalo de tempo entre uma alteração e outra, agora está acontecendo de forma massiva.

O que antes era feito de forma individualizada e com um longo intervalo de tempo entre uma alteração e outra, agora está acontecendo de forma massiva.

Fiat, Nissan, Peugeot, BMW e Rolls Royce são apenas alguns exemplos de montadoras que mudaram seus logos de 2020 para cá.

Mas o que explica esse fenômeno?

A resposta está na necessidade de adequação aos novos tempos em um espectro mais amplo, que envolve novos valores, novas tecnologias, novos públicos e novos comportamentos.

Um dos propulsores dessas mudanças está nos motores híbridos e elétricos, que estão ganhando destaque no mercado. Assim, as marcas planejam mostrar a preocupação com questões atuais, tais como tecnologia, sustentabilidade e mobilidade.

Junto com a era digital e elétrica, as empresas automobilísticas também se preocupam com as plataformas nas quais seus logotipos são expostos. Se a exposição da marca era feita majoritariamente em outdoors e revistas, hoje ela aparece principalmente nos tablets e smartphones.

Com traços mais limpos e menos detalhes como simulações de 3D, sombreados metálicos e cores chamativas, esses logotipos modernos são ideais para o reconhecimento rápido nas plataformas digitais. Muitas delas têm, inclusive, usado versões minimalistas para “despoluir” a visão em telas cada vez menores.

Confira a seguir as montadoras que atualizaram seus logotipos, com seus respectivos diferenciais.

BMW

Focados em abertura e clareza, a BMW aposta no prazer em dirigir. Uma marca não somente automotiva, mas de relacionamento, que convida o público a participar e conversar sobre o novo jeito BMW de ser. Além da tendência em eletrificação, a marca apostou na digitalização e modernização para atualizar o logo.

BMW i4 Concept

Para atingir estes objetivos, o fundo do logotipo foi removido e o efeito proporcionado pela transparência está totalmente alinhado ao potencial de conversação e abertura, causando um estilo moderno, simples e aderente.

KIA

Também com objetivo claro e assumido, a KIA realizou seu rebranding almejando a liderança da categoria de carros elétricos no mundo. Seu foco na atualização do logo foi em apresentar simetria, ascensão e ainda assim parecer manuscrita. Remover o círculo do logo foi uma das principais mudanças, que também indica ampliar o campo de atuação da marca.

KIA Imagine Concept

Além do logotipo, a marca também divulgou o novo slogan “Movimento que inspira”, que vem junto com uma nova estratégia de marca, que tem a ambição de assumir uma posição de liderança no mercado automotivo global, com foco na popularização dos veículos elétricos.

NISSAN

Seguindo a tendência flat das novas marcas, a Nissan resolveu deixar o 3D de lado e apostar em um modelo mais limpo. Além disso, os carros elétricos da montadora terão o logo iluminado, e um dos grandes desafios do design foi fazer a espessura certa para que a visibilidade seja adequada com e sem iluminação. Os logos serão iluminados por 20 LEDs, que representam, segundo a marca, 20 anos de redesign entre os logotipos.

RENAULT

Já a Renault, realizou a mudança do logo de forma mais tímida, porém conceitual. Abandonando o 3D, como a maioria das concorrentes, o minimalismo e a tendência retrô se fizeram presentes na criação deste novo design.

Renault 5 Concept

O resultado foi uma comunicação que remete ao logo dos anos 1970, retomando suas raízes, porém com uma visão de futuro direcionada para a limpeza e leveza. Sua divulgação foi realizada no Renault 5 Prototype, um modelo elétrico com design inspirado no R5, o modelo original de 1972.

PEUGEOT

Apostando no logo de 2 dimensões, a Peugeot abraçou a simplificação e elegância. O leão, que antes fazia parte do logo, agora virou um brasão, minimalista e símbolo de pertencimento e reconhecimento da marca.

Os objetivos da montadora apontam para um futuro sustentável, marcado pela revolução ambiental e zero carbono. A limpeza de informação no logo reflete a estratégia, que também conta com iluminação em sua parte interna.

VOLKSWAGEN

Uma das pioneiras nesse novo movimento, a Volkswagen redesenhou seu logotipo apostando na digitalização e modernização. Estreitar os laços com os consumidores também é um objetivo forte.

Volkswagen ID-3

Para isso, a redução de espessura nas iniciais do logo foi a principal mudança, além de não preencher todo o círculo com as iniciais, causando assim, um efeito de flexibilidade e leveza.

FIAT

Pensando em se tornar uma marca pop, a Fiat quer ser uma marca mais conectada, informal, leve, democrática, inclusiva e próxima ao consumidor. Para isto, a principal mudança no logo foi retirar a cor bordô e o círculo do logo, elementos que delimitavam o campo de visão.

Outra mudança foi a volta da Fiat Flag, que foi resgatada e repaginada. São quatro barras inclinadas nas cores da Bandeira italiana, e que fazem menção à origem da montadora.

O processo de reposicionamento da marca, que comemora 44 anos no Brasil, demorou dez meses para ser concluído. O slogan também mudou: agora é “Fiat. A paixão move”.

ROLLS ROYCE

O segmento de luxo não ficou de fora e a Rolls Royce também anunciou mudanças em seu logotipo. Além da nova era de mobilidade se anunciando, a montadora descobriu uma redução de faixa etária no perfil de seus consumidores.

Para atrair esse novo público, a solução foi partir para uma modernização, com alterações significativas. O emblema clássico, com os “R’s” sobrepostos e dentro da moldura metalizada (chamado pela marca de medalha de honra) aparece agora sem a moldura.

A fonte também mudou, passando da Gill Sans Alt para a Riviera Nights. Agora todas as letras estão em caixa alta e as palavras “Motor Cars” diminuíram de tamanho, com a ênfase voltando para a Rolls-Royce.

Presente nos veículos desde 1911, o Espírito do Êxtase (Spirit of Ecstasy, em inglês), símbolo icônico da Rolls-Royce, ganhará mais destaque em sua nova identidade visual. Apesar da escultura física no capô dos veículos permanecer inalterada, sua nova versão digital ganhou a forma de ilustração, com uma suavização e modernização de seus detalhes.

O futuro é agora

Como vimos, as montadoras estão focadas nas tecnologias inovadoras e eletrificação dos novos modelos. Esta nova era de mobilidade está indicada em cada centímetro das marcas, riquíssimas em significados e tendências do nosso futuro. Seja por carbono zero, seja por inovação e tecnologia, o futuro já chegou.

O que cada uma destas montadoras planeja daqui pra frente, está definido e suas novas histórias já estão em curso.

E você, quer ter uma marca de sucesso, repleta de significados?

Vem ser roxo com a gente!