Estúdio Roxo

Quem vende seu produto, vende sua empresa!

12 Fev. 2019
categoria Branding + Marketing + Web

Pare um minuto e imagine o mundo em que estávamos há 10 – 12 anos (é difícil acreditar que 2007 tenha sido há 12 anos). O Facebook ainda estava competindo com o MySpace pelo tráfego, a Amazon era conhecida principalmente pela venda de livros e o iPhone acabou de ser lançado.

Naquela época, a forma como comprávamos produtos era drasticamente diferente da forma como compramos hoje. A maioria de nós ainda confiava em lojas de tijolo e argamassa, não tínhamos serviços de comparação de preços como Buscapé e Google Shopping ou Shopping UOL ou no caso de carros a WebMotors e estávamos à mercê de grandes corporações por descontos.

O vendedor aqui tinha um grande papel, ele era responsável por ser a única fonte de informação sobre seu produto e empresa, não havia comparação. O cliente dependia dele para comprar os produtos/serviços, não é mesmo?! Mas as coisas mudaram e muito…

O Consumo em tempo real

Os consumidores modernos estão bem informados. Os consumidores de hoje estão sempre carregando uma fonte inesgotável de informações em tempo real em seus bolsos: seus smartphones. Chamamos isso de “tempo real do comportamento do comprador”. Isso significa que os compradores em potencial sempre encontrarão o melhor negócio em tempo real.

Para ter sucesso nesse mercado, você precisa monitorar constantemente os preços, as propostas de valor, o envolvimento do cliente e o comportamento de sua concorrência. E, mais importante, adapte sempre que estiver em risco de ser superado pelo seu concorrente. Uma nova habilidade que os vendedores de hoje em dia tem que se adaptar. Estar por dentro do mercado é fundamental.

Revisão de negócios

Quando foi a última vez que você reservou um hotel? Aposto que você usou um site de resenhas antes de tomar sua decisão, tipo Decolar, Trivago e Booking.com. 49% dos consumidores procuram pelo menos uma classificação de 4 estrelas antes de escolherem usar uma empresa. Chamamos isso de “revisão” de negócios.

Então, para ser um empreendedor de sucesso, você precisa conquistar sua reputação. Como? Apontar para a perfeição. Clientes satisfeitos escrevem ótimas críticas, e isso é algo que o dinheiro não pode comprar. Mas lembre-se: nem todo cliente escreve uma resenha. Você tem que trabalhar duro para obter essas avaliações e encontrar maneiras inteligentes de fazer com que seus clientes felizes o revisem.

Neste caso seus colaboradores podem ser fundamentais para entender o comportamento dos seus clientes off-line e conduzi-los a fazerem uma ótima resenha da sua empresa. Evitar uma má avaliação ajustando sempre as necessidades do cliente pode evitar muita dor de cabeça no mercado. Empresas como Magazine Luiza, Submarino, Americanas, FastShop, e também o Mercado Livre, já entenderam a importância disso.

Qual deve ser o seu próximo passo?

Se os consumidores mudaram seus vendedores também tem que mudar para acompanhar o mercado. Listamos algumas atividades que podem ser fundamentais para seu negócio que seu colaborador pode atuar aprimorando assim suas habilidades e representando sua empresa:

– Agora é possível obter uma visão de quase 360 graus do seu cliente, então aproveite essa oportunidade olhando as mais novas soluções de gerenciamento de relacionamento com o cliente (CRM).

– Monitore os preços e propostas de valor de sua competição e adapte-se a eles. Você tem as pessoas e as soluções para realizar essa tarefa?

– Monitore novos players em seu mercado e faça sempre estas perguntas: Como esta empresa ou iniciativa afetará ou prejudicará meu negócio? Tem o potencial de roubar os pedaços mais suculentos da minha empresa? Se sim, quais necessidades ou desejos de seus clientes você não cumpriu?

– Invista em simpatia e conhecimento. Mais do que nunca o vendedor tem que estar integrado a filosofia da empresa com simpatia e bom humor.

Invista nos seus colaboradores

Cada vez mais se vê fundamental investir na equipe de colaboradores da empresa. Valorizar as pessoas, mostrar a importância delas desempenhando seu papel, investir em treinamento e desenvolvimento. Criar campanhas de endomarketing é uma estratégia importante para a empresa crescer sólida e com colaboradores que vestem a camisa.

Motoboys: Invista neles! Eles são quem te traz a comida de forma rápida, entregam um documento em um TEMPO super curto, facilitam sua vida todo santo dia, são responsáveis pela maioria do tráfego de coisas (produtos e documentos) de muitas empresas. Já pesou que ele é você na frente do seu cliente? Que tal incentivar ele a atender melhor o seu cliente? Ensinar boas práticas! Levar a mentalidade da empresa até ele para que ele possa melhorar esta ponta do negócio e transforme a entrega num grande momento.

Vendedor: Ele é a frente da loja, ele é o primeiro atendimento, ele é a empresa! Sempre com um sorriso no rosto, barba ou cabelo bem feitos, ajudam a passar uma boa impressão, e que legal seria se ele tratasse todo cliente de forma igual, como se o cliente fosse a mãe dele, explicasse ao cliente todos os diferenciais do produto e fizesse um comparativo entre uma marca e outra, ou entre um produto e outro. UAU! EU QUERO UM VENDEDOR DESTE! Sim, isso é o que todo empreendedor falaria, e a grande questão é que temos que treinar, sim, igual nossos filhos, temos que acompanhar, temos que corrigir para buscar a excelência e levar um diferencial para a nossa marca, e só assim uma empresa conseguirá se destacar da outra e se fixar cada vez mais na mente do cliente.

Atendentes: “Em época de WhatsApp, uma ligação é quase declaração de amor!” Sim, e se o seu cliente ligar, atenda ele de uma forma incrível, trace um roteiro de atendimento, conduza ele da forma mais macia e tranquila até a informação que ele precisa, busque sempre a satisfação dele como meta básica e assim, ele se sentirá saciado e sempre falará de sua empresa como uma referência em atendimento.

A tecnologia nunca vai substituir o vendedor. A evolução do mercado só aproximou cada vez mais os colaboradores da empresa e a sintonia é fundamental para o bom andamento das vendas.

Vem ser Roxo com a gente.

Veja também!

Branding + Design + Marketing
Como a embalagem da Apple oferece aos compradores uma experiência sensorial que fortalece a marca

A “experiência sensorial” pode não ser a primeira coisa que temos em mente quando pensamos em estratég...

A “experiência sensorial” pode não ser...

06 Oct. 2018 - por Adriano Frachetta
Branding + Design
O poder do pattern na construção de uma identidade visual.

Branding é sobre criar padrões e não repetir mensagens. As marcas, ultimamente, são criadas sem muito propósito,...

Branding é sobre criar padrões e não repetir mens...

20 Feb. 2018 - por Adriano Frachetta
Branding + Marketing
Use a cor certa para fortalecer sua marca.

A cor serve para muitos propósitos no branding: ela associa marcas a setores e indústrias, gera emoção e cria ví...

A cor serve para muitos propósitos no branding: ela...

08 May. 2018 - por Adriano Frachetta

© 2012-2019 Estúdio Roxo - Todos os direitos reservados.